quinta-feira, 24 de maio de 2018

Qual é a melhor: vida ativa x vida contemplativa ?

Marta e Maria irmãs de São Lázaro aparecem no Evangelho de São Lucas (10,38-41) como modelos fidedignas de vida ativa e vida contemplativa. Percebe-se no relato que Santa Marta é a servidora incansável que trabalha sem cessar, já Maria a sua irmã está aos pés do Mestre Jesus lhe servindo com a escuta. A primeira é o modelo da vida ativa, preocupação, trabalho e muito suor. Já a segunda é o modelo de contemplação, oração e adoração. Jesus diz nesse Evangelho que Maria escolheu a melhor parte, ou seja, está com Deus! Mas, não podemos afirmar que Marta desagradou o Senhor, por que o próprio não o disse, apenas á exortou dizendo: “andas muito inquieta e te preocupas com muitas coisas” e sua irmã “ficou com a melhor parte”! Santa Marta mesmo estando na correria da casa estava com Nosso Senhor, porém, não totalmente aos seus pés, mas na sua presença física. Ela estava tão preocupada com os afazeres domésticos que esqueceu que Deus estava em sua casa, nem assim parou para contemplá-lo em espírito e em verdade. Numa outra ótica Santa Maria deixou a sua irmã com todas as atividades da casa, pois foram as duas que receberam a visita do Senhor. Mas, apenas uma o servia materialmente com seus esforços físicos, era a Marta que ficou com a pior parte. Será que Jesus não viu esses esforços?Portanto, Jesus quer nos ensinar nesse Santo Evangelho que ele precisa das duas partes, da vida ativa e da vida contemplativa personificadas em Marta e Maria. Precisa sim daqueles que atuam no trabalho e na divulgação do seu santo Evangelho, e da segunda que são aqueles que estão aos pés do Mestre Jesus o adorando e o glorificando. Saber equilibrar essas duas realidades da vida será o mais prudente para a nossa santificação.

Wander Venerio Cardoso de Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário